sexta-feira, 4 de março de 2011

Ecologia

 
A Ecologia é a ciência que estuda os ecossistemas, ou seja é o estudo científico da distribuição e abundância dos seres vivos e das interações que determinam a sua distribuição . As interações podem ser os entre seres vivos e/ou com o meio ambiente. A palavra Ecologia tem origem no grego “oikos", que significa casa, e "logos", estudo. Logo, por extensão seria o estudo da casa, ou de forma mais genérica, do lugar onde se vive.

Ecossistema

É um conjunto formado por todos seres vivos de um determinado local e os fatores abióticos do mesmo.

  
Fatores abióticos, que são os componentes que não apresentam vida no ecossistema, mas que tem grande influência sobre o comportamento dos seres vivos e por eles também é modificado.

Exemplo de fatores abióticos:
·         Água
·         Solo
·         Sais minerais
·         Temperatura
·         Luminosidade
·         Umidade do ar
·         Altitude
          Componentes químicos do ar (oxigênio, nitrogênio, gás carbônico, outros gases).
Seres vivos autótrofos, denominados organismos produtores, que são capazes de produzir seu próprio alimento através da síntese de substâncias inorgânicas simples. Essa síntese de alimentos serve para obter energia para a realização de atividades metabolicas fundamentais à manutenção da vida dos mesmo ou de outros organismos que venha se alimentar deles.

Exemplo de organismos autotróficos:
·         Vegetais
·         Algas
·         Cianobactérias
·         Algumas Bactérias e Arqueobactérias

Seres vivos heterotróficos, denominados organismos consumidores, são aqueles capazes de produzir seu próprio alimento, ou seja, precisam se alimentam de outros seres para obter energia para suas atividades vitais.

Exemplo de organismo heterotróficos:
·         Consumidores primários ou herbívoros – Vaca, coelho, cavalo, peixes e outros.
·        Consumidores secundários ou carnívoros – Leão, urso, cachorro, tubarão e outros.

Seres vivos heterotróficos decompositores, são organismo que se alimentam de matéria orgânica de cadáveres de outros seres, excrementos e partes descartadas de outros organismo.
Exemplo de organismo decompositores:
·         Bactérias
·         Fungos

As dimensões de um ecossistema podem variar consideravelmente desde uma poça de água até a totalidade do planeta Terra que pode ser considerado como um imenso ecossistema composto por todos os ecossistemas existentes (ecosfera).




 Habitat

Habitat é um local específico ou região onde vive uma determinada espécie em questão.  O habitat oferece as condições climáticas, físicas e alimentares adequadas para o desenvolvimento de uma dessa espécie.

O mangue, por exemplo, é o habitat de algumas espécies de caranguejos.

 
Neste local eles encontram alimentação, proteção contra os predadores e oxigenação ideal para a sobrevivência. 




Nicho Ecológico

Nicho ecológico é o modo de vida de cada espécie no seu habitat. Representa o conjunto de atividades que a espécie desempenha, incluindo relações alimentares, obtenção de abrigos e locais de reprodução, ou seja, como, onde e à custa de quem a espécie se alimenta, para quem serve de alimento, quando, como e onde busca abrigo, como e onde se reproduz. Numa comparação clássica, o habitat representa o "endereço" da espécie, e o nicho ecológico equivale à "profissão".



Cadeia alimentar

A cadeia alimentar é uma sequência de seres vivos que dependem uns dos outros para se alimentar. É a maneira de expressar as relações de alimentação entre os organismos de uma comunidade/ecossistema, iniciando-se nos produtores e passando para os consumidores (herbívoros, predadores) e decompositores, por esta ordem. Ao longo da cadeia alimentar há uma transferência de energia e de nutrientes, sempre no sentido dos produtores para os consumidores.



Níveis tróficos de uma cadeia alimentar

PRODUTORES, primeiro nível trófico, organismo capazes de sintetizar matéria orgânica a partir de substâncias minerais e fixar a energia luminosa sob a forma de energia química. Os organismos deste nível são as plantas verdes, as cianófitas ou cianofíceas (algas verde-azuladas ou azuis) e algumas bactérias que, devido à presença de clorofila (pigmento verde), podem realizar a fotossíntese. Estes organismos são também conhecidos por produtores primários.

 

CONSUMIDORES PRIMÁRIOS ou herbívoros são os organismos do segundo nível trófico, que se alimentam diretamente dos produtores (por exemplo, a zebra).


CONSUMIDORES SECUNDÁRIOS, carnívoros ou predadores são os organismos dos níveis tróficos seguintes, que se alimentam de outros animais (por exemplo o leão).


DECOMPOSITORES são organismos que se alimentam de matéria morta e excrementos, provenientes de todos os outros níveis tróficos. Este grupo inclui algumas bactérias e fungos. O seu papel num ecossistema é muito importante uma vez que transformam as substâncias orgânicas de que se alimentam em substâncias minerais. Estas substâncias minerais são novamente utilizáveis pelas plantas verdes, que sintetizam de novo matéria orgânica, fechando assim o ciclo de utilização da matéria.


Tipos de cadeia alimentar

Cadeia alimentar aquática



Cadeia alimentar terrestre


 Teia alimentar
As teias alimentares, em comparação com as cadeias, apresentam situações mais perto da realidade, onde cada espécie se alimenta em vários níveis hierárquicos diferentes e produz uma complexa teia de interações alimentares. Todas as cadeias alimentares começam com um único organismo produtor, mas uma teia alimentar pode ter vários produtores. A complexidade de teias alimentares limita o número de níveis hierárquicos, assim como na cadeia.
As teias alimentares dão uma noção mais realista do que acontece nos diversos ecossistemas porque a relação entre dois organismos (o alimento e seu consumidor) não é sempre a mesma.




Exercício


1)     O conjunto do ambiente físico e dos organismos que nele vivem é conhecido como:


a) biótopo
b) ecossistema
c) biomassa
d) bioma
e) comunidade


2)     A posição de uma espécie num ecossistema ao nível de desempenho funcional chama-se:


a) nicho ecológico
b) habitat preferencial
c) plasticidade ecológica
d) produtividade primária
e) territorialidade social


3)     As espécies de capim que crescem nos campos da Austrália podem ser diferentes das que existem na América ou na África, mas todas têm a mesma função: são produtores dos ecossistemas de campo. Nos campos da Austrália vivem cangurus, nos da África há zebras e na América do Norte há bisões. Todos esses animais exercem em seus ecossistemas a função de:


a) consumidores primários
b) consumidores secundários
c) consumidores terciários
d) decompositores
e) parasitas


4)     Uma simples noz caída na floresta pode garantir a sobrevivência de besouros, formigas, musgos, etc. A noz, ambiente abiótico, abrigando uma série de seres vivos interagindo uns com os outros, é um exemplo de:


a) comunidade.
b) população.
c) ecossistema.
d) habitat.
e) biosfera


           5) Considere o texto adiante.


"A cutia é um roedor de hábitos noturnos muito comum nas matas brasileiras onde vive em tocas. Ao cair da noite, ela sai de sua toca à procura de alimento que consiste em frutos e raízes. Seus inimigos naturais são carnívoros de médio porte."
A descrição como um todo refere-se a:
          
           a) habitat. 
           b) nicho ecológico.
           c) ecossistema.
           d) comunidade.
           e) população.
         
6) Assista aos vídeos abaixo, escolha um deles e faça uma redação explicando como o que você aprendeu após a leitura do conteúdo acima pode contribuir para a presenvação do meio ambiente.





 

Nenhum comentário:

Postar um comentário